A M3SP investe em uma fábrica de elementos pré-moldados altamente automatizada

Uma das mais modernas fábricas de elementos pré-moldados de concreto na América do Sul está sendo construída em Cotia, São Paulo. O fabricante de materiais de construção M3SP produz aqui até 400.000 m2 anuais de pré-lajes e elementos maciços de concreto para o mercado brasileiro.

 

Vollert_News_Brasil01_v4.pdf

Uma das mais modernas fábricas de elementos pré-moldados de concreto na América do Sul está sendo construída em Cotia, São Paulo. O fabricante de materiais de construção M3SP produz aqui até 400.000 m2 anuais de pré-lajes e elementos maciços de concreto para o mercado brasileiro.7

A M3SP é considerada uma das empresas líderes em tecnologia e soluções inovadoras no setor de construção de prédios residenciais e industriais. O fornecedor de pré fabricados com sede em São Paulo produz desde 1999 pré-lajes e elementos maciços através de uma produção estacionária. Agora foi assentado o primeiro alicerce para uma nova fábrica de elementos pré-moldados de concreto na cidade de Cotia, que representa um verdadeiro marco na indústria brasileira de construção civil, tanto no que se refere ao grau de automação, quanto às quantidades produzidas e qualidade das peças acabadas.

Conceito sob medida da instalação industrial aposta em automação

“A fim de produzir a grande diversidade de elementos com a capacidade de produção desejada, confiamos na mais moderna tecnologia de equipamentos. A Vollert já havia nos convencido 100% de sua tecnologia e seu know-how nos primeiros modelos de simulação 3D. Um fator também decisivo foi o de poder contar com a Vollert em Belo Horizonte, onde temos tido sempre um parceiro de contato direto no Brasil.” conta Marmo Pádua, Diretor Geral da M3SP.

O conceito da fábrica e os processos de produção foram planejados tão flexíveis, que a quantidade produzida pode ser sempre adaptada, inclusive num momento posterior.

“Também elementos sanduíche e painéis de fachadas poderão ser produzidos futuramente no mesmo sistema.” diz Pádua.

Um sistema de circulação altamente automatizado com até 40 mesas de forma garantem processos de trabalho racionalizados. Sobre as mesas podem ser moldadas peças acabadas de até 12,5 m de comprimento, pesando até 250 kg/m2, e até 3,50 m de largura. Um detalhe importante: as mesas de forma são 100% fabricadas no Brasil conforme os mais altos padrões de tecnologia alemães.

“Para tal, a Vollert providenciou uma transferência de tecnologia abrangente. Exatamente: ’German Engineering’ fabricada no Brasil”, diz Wesley Gomes, CEO da Vollert do Brasil.

A mais moderna tecnologia providencia processos altamente produtivos – desde a limpeza totalmente automática das mesas e perfis magnéticos, passando pela concretagem, estação de compactação de baixa freqüência, com alta economia de cimento, até a carga e descarga em câmara de cura dos elementos de concreto pré-moldados por meio de um sistema altamente moderno.

“Mediante a automatização obtemos um novo padrão no mercado brasileiro” afirma Gomes.

Um robô de moldagem SMART SET controlado por CADCAM providencia o posicionamento preciso dos perfis forma magnéticos e a plotagem dos contornos. Mediante acelerações axiais muito altas de até 5 m/s2, o robô multiuso reduz este processo de trabalho de maneira significante. Juntamente com uma garra giratória em +/– 180° tem-se um desvio máximo da precisão de posicionamento de +/– 0,4 mm.

“No final de outubro de 2014 vamos dar início à produção na nova fábrica de elementos pré-moldados em Cotia, objetivando um maior crescimento dos nossos volumes. O Brasil receberá padrões até agora não alcançados para peças acabadas, especialmente na qualidade da superfície do concreto aparente. A Vollert é para nós o parceiro tecnológico certo. Além disso, o projeto é financiado pela Vollert por meio de uma cobertura completa do governo da Alemanha, através da seguradora Hermes.” complementa Marmo Pádua da M3SP.

Adicionar aos favoritos o permalink.

Os comentários estão encerrados.